Quase 12 milhões de vítimas


Os dados abaixo mostram o grau de insegurança no País. Quase 12 milhões de vítimas de furto e roubo em um ano. Se fossem pesquisados os números de homicídios nos dois períodos em todo o País, o número também seria de assustar.

“De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2009, realizada pelo IBGE e divulgada nesta quarta-feira (15), 11,9 milhões de brasileiros – 7,3% da população – com dez anos ou mais de idade foram vítimas de roubo ou furto em um ano. O número faz parte do Suplemento de Vitimização e Justiça do Pnad. Em 1988, ano da última avaliação, o porcentual era de 5,4%. Somando o grupo de vítimas de roubo e furto e o de tentativa de roubo e furto, a sensação de insegurança da população chegou a 70,4%, frente a 47,2% para toda a população de 10 anos ou mais. O total de vítimas de furto, 6,4 milhões (3,9%), foi maior que o de roubo. O maior porcentual de vítimas foi verificado no grupo de pessoas entre 16 e 34 anos. Os roubos foram concentrados em vias públicas (70,5% dos casos), enquanto os furtos ocorreram mais em residências (47,6%). Telefone celular e dinheiro, cartão de débito ou de crédito ou cheque foram os principais alvos de roubo.” Fonte: www.bahianoticias.com.br

Obviamente, a Polícia e a Justiça criminal não têm condições de lidar com essa enormidade de casos.  Por outro lado, grande parte da ínfima cifra de ações penais que chega aos tribunais acaba sendo arquivada ou encerrada por questões formais. Ainda assim, as cadeias estão superlotadas. Definitivamente, alguma coisa está errada com a segurança pública.

Anúncios

2 comentários

  1. Prezado Vladimir, Os maiores furtos e os maiores roubos são
    os realizados através dos chamados “crimes de colarinho branco”. Os
    desvios de verbas públicas, infelizmente, são tolerados pela nossa
    sociedade como crimes não violentos. O que não é verdade, pois ao
    desviarem os recursos públicos (seja por exemplo via licitações
    fraudulentas ou com entrega de produtos ou serviços de baixa
    qualidade ao vencê-las) esses criminosos desviam dinheiro que
    poderia ser utilizado para atacar a raiz de todos os males
    nacionais, inclusive dos milhões de furtos e roubos que ocorrem no
    País. Essa raiz é a falta de educação, é falta de saúde e é a falta
    de oportunidades a que são submetidos milhões de brasileiros e
    brasileiras. Enfim, ter uma vida digna com valorização do SER desde
    o nascimento é a grande prevenção e o grande remédio para a
    ocorrência de crimes e para os criminosos.

    Curtir

    • Creio na prevenção também, Luciano. Mas a repressão ainda é necessária. A humanidade ainda não sabe valer-se do seu livre-arbítrio apenas para o bem.

      Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s