Concurso animal


Meu colega Celso Três noticia que a prova do concurso público de 2010 para ingresso no cargo de promotor de Justiça do Ministério Público de Santa Catarina teve a seguinte questão:

“Há expressa vedação legal a que o proprietário de carreta puxada por
dois bois substitua um dos animais, em caso de fadiga, por um cavalo já
acostumado ao trabalho de tração?”

Como se vê, a questão é de “alta” indagação jurídica e intrigou a muitos.

O colega Hélio Telho, que é de Goiás, resolveu o dilema e explicou que “cangar um cavalo com um boi é coisa de burro“.

Uma questão assim só pode nos fazer rir. Como hienas.

Anúncios

2 comentários

    • Hélio,

      Está na Lei 9.605/98:

      Art. 32. Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos
      ou domesticados, nativos ou exóticos:

      Pena – detenção, de três meses a um ano, e multa.

      Se a pergunta fosse sobre a “Farra do Boi”, uma triste tradição catarinense, a pergunta teria maior relevância e utilidade.

      Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s