Voa uma alma libertária


 

Angélica Aras (Acajutiba, 4/05/1944 - Salvador, 3/09/2010)

Os primeiros dias de setembro de 2010 me colheram como uma tormenta. Aos 66 anos, minha querida mãe, Maria Angélica Barros Aras, partiu para uma outra história e uma outra jornada.

Socióloga, como meu pai, Angélica Aras, minha mainha, formou-se em Ciências Sociais pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) nos anos 1960. A formação e a ocasião levaram sua alma contestadora a lutar contra a ditadura militar e pela democracia. Foi perseguida. Para não ser presa como muitos de seus contemporâneos, refugiou-se na casa de parentes no interior da Bahia, enquanto meu pai dava fim a seus livros “subversivos” e também escondia-se no sertão de Canudos.

Nos anos 1970, Angélica Aras foi professora estadual, ajudou meu pai a gerir a extinta Gráfica Subaé e dirigiu a Biblioteca Pública Municipal Arnold Silva, em Feira de Santana.

Participou da fundação da Associação dos Sociólogos do Estado da Bahia (Aseb) e do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (Incisa).

Trabalhou com menores infratores na extinta Fundação de Assistência a Menores do Estado da Bahia (Fameb). Depois, foi para a Secretaria Estadual do Planejamento, Ciência e Tecnologia, a antiga Seplantec. Mais adiante, ingressou na Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), onde coordenou cursos de capacitação de recursos humanos, até aposentar-se.

Muito católica, a filha caçula do comerciante Próspero Bacelar de Barros e da professora Alzira Ferreira da Silva Barros, não perdia suas missas nas igrejas de Itapuã e Stella Maris,  e não deixava de ir às praias de que tanto gostava. Muito simpática, alegre e comunicativa, fez amizades em todos os lugares onde esteve. 

Seu corpo foi sepultado em 4/set, no cemitério Jardim da Saudade, em Salvador, na presença de seus amigos e familiares. Um padre celebrou sua vida e nós choramos juntos por sua memória. Seu espírito e seus ideais seguirão em mim, em meus irmãos Larissa e Leonardo, e em seus cinco netos.

Mainha foi uma estrela e um farol em nossas vidas. Com seu sorriso, iluminou nossas infâncias. Com suas palavras, nos fez crer em um mundo justo e solidário. Com suas mãos, nos entregou o futuro. Com seu imenso amor, nos fez antever as alegrias e nos encorajou para as lutas e tristezas da vida. Por tudo o que dela recebemos, só temos que agradecer à nossa madrecita! E prosseguir, confiantes no “até breve”, até esse belo lugar que (ainda) não vemos.

Anúncios

21 comentários

  1. Não podemos ir,nossa missão não terminou, nossas obras encontram-se imcompletas, nossos filhos dependem de nossa ajuda ..

    Minha Tia, ANGELICA, filha do seu Próspero, apaixonado por carnaval, morador do Centro Histórico e diretor de Clube Social que colaborava com os meninos do interior (EU) guardando convites para as festas.

    Fez tudo bem feito na sua MISSÃO entre nos:

    Lutou pela Democracia..
    Preservou Acervos ..
    Me deu MEUS PRIMOS..
    esteve sempre de cabeça erguida e muito otimista e sorridente passava a todos a ESPERANÇA.

    vendo sua foto no BLOG vejo o quanto ela está viva dentro de nos

    Curtir

  2. Caro amigo, Vlad, é difícil falar qualquer coisa nesse momento. Peço a Deus que te dê conforto e proteja a alma de sua mãe. Podiamos mesmo sem conhêce-la imaginá-la, pela pessoa maravilhosa que você é. Beijo no seu coração.

    Curtir

  3. Caro amigo doutor Vladimir Aras, inicialmente meus sinceros sentimentos.Acredito após a leitura destas linhas escritas com o labor do sentimento e da gratidão, fico na certeza que sua “mainha” , esta viva, mas viva do que antes, pois a memória e a gratidão sua como filho e demais familiares, assim como daqueles que a conheciam são eternas.Parabéns pelo texto, onde sinceramente me deixou muito sensibilizado.Fica também a lição, a certeza que temos que refletir ao respeito com as nossas mães.

    Curtir

  4. NÃO MORRE QUEM NOS OUTROS VIVE!

    Perdi meu pai antes de me formar na APM…e usei essa frase no meu convite.

    Tenho certeza que ela viverá sempre em seu coração!
    Um forte abraço Professor!

    Rebeca Leal

    Curtir

  5. Caro Amigo.

    Igualmente a Vc, irmão, há dois anos perdi minha mãe. Só os que perdem esse Ser Iluminado sabem a dor que nos causa. Que Deus dê forças a Vc e seus familiares. Meus sinceros sentimentos.
    Vivaldo Amaral

    Curtir

  6. Angélica, mulher forte e inteligente, transmitiu aos 3 filhos os melhor de si: os bons e elevados valores morais, a bondade, a humildade, a pureza de coração e a firmeza de caráter. Sua emocionada declaração de amor (eterno) à sua mãe, ‘mainha’, é a prova viva do enorme legado que ela deixou. Angélica volta à sua outra família, os anjos, que ela trouxe até no nome. Força, meu amigo querido. Sabemos que a separação, aos olhos de Deus, é apenas temporária. Beijos da amiga que muito te quer bem e admira.

    Curtir

  7. Nascemos ,crescemos com a sensação -desejo da eternidade.Alguns conseguem ser eternos quando no período da sua existência física deixam exemplos e ações a serem seguidos para o aprimoramento da nossa sociedade .Sua mãe,com certeza,faz parte desses grupo de imortais.Mais uma vez os nossos sentimentos a vocês e aos que a continuam a amá-la.

    Eduardo Leite

    Curtir

  8. Vlad, tentei ontem mandar um comment pelo site mas meu navegador acusava um malware e nao permitia o acesso. Te mandei um e-mail, espero que tenha gostado. Abs

    Curtir

  9. Caro Dr. Vladimir,

    Permita-me apenas chamá-lo de Vladimir, pois era assim nos tempos do Edf. Santa Inês, no matatu de brotas…
    Lembranças ternas acorreram a minha memória no que respeita a Dona Angélica e ao Sr. seu pai, acredite, fiquei surpreso e triste com seu falecimento, mas, com efeito, haverá ela de continuar sua tarefa de propagar o amor, agora no plano universal.
    Receba daqui sinceros sentimentos de pesar e os retransmita à sua família.
    Fique em paz, pois “… Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida e habitarei na casa do Senhor por longos dias.”

    Curtir

  10. Caro mestre e amigo,
    Inicialmente, quero expressar os meus pêsames pela perda de sua genitora. Estimado, a nossa vida é como uma viagem de trem, cheia de embarques e desembarques. Assim, alguns desembarques nos deixa com sentimentos de perda e tristeza. Porém, estou certo que a Senhora Maria Angélica Aras continua viva em nossos corações e num plano diferente do nosso. Minhas condolências para toda a família.
    Paz Profunda.
    Rosevaldo.

    Curtir

  11. Que toda a família conforte-se na fé de um breve encontro! Saudades serão possíveis em memórias aos momentos inesquecíveis! Os sentimentos de nossa família à esta família!

    Curtir

  12. Por mais difícil que seja o momento, sabemos o quanto é reconfortante aceitarmos que há vida após a vida e de que estamos de passagem para o aprendizado e o resgaste de nossas dívidas. Não se trata de esquecer alguém especial cujo sorriso era marca registrada ou evitar que as lágrimas da saudade rolem soltas pela face. É antes de tudo, fazer com que o coração permaneça em paz pelos sentimentos de gratidão e ternura e permitir que somente as melhores e agradáveis lembranças venham sempre à tona. Memórias que se perpetuarão pelos filhos, netos e gerações futuras. Com certeza, os anjos estão a iluminá-la em seu caminho espiritual. E por sua alegria e bondade, creio que não nos permitiria que a tristeza estivesse em nosso semblante ou desístissemos da luta. Essas foram suas maiores lições!! Lembre-se disso…Que Deus a abençoe e a todos nós!!! Assim seja!

    Curtir

  13. Meu caro: meus pêsames. Sua mãe continuará te amando onde quer que ela esteja. E força neste momento: ela com certeza adorará ver que você continuou a sua batalha por estas bandas terrenas com muita seriedade, com sua competência costumeira, com bastante profissionalismo e com muito amor por sua família.

    Curtir

  14. Não há o que ser dito nessas horas; apenas procuramos ouvir o silêncio. Quem sabe este poema de Bruno Tolentino nos conforte.

    Márcio do Vale

    O Cristo não é
    um belo episódio
    da história ou da fé:

    nem o clavicórdio
    nos dedos da luz,
    nem o monocórdio

    chamado da Cruz.
    O crucificado
    chamado Jesus

    é o encontro marcado
    entre a solidão
    e o significado

    do teu coração:
    de um lado teu medo,
    teu ódio, teu não;

    de outro o segredo
    com seu cofre aberto,
    onde o teu degredo,

    onde o teu deserto,
    vão morrer, mas vão
    morrer muito perto

    da ressurreição.

    (As horas de Katharina. São Paulo: Companhia das Letras, 1994. p. 180 )

    Curtir

  15. Embora já tenha passado por isso, não sei o que dizer. Talvez porque realmente não há nada que possa ser dito. Não existe consolo para dor da perda. Eu realmente sinto por você.
    Sinta-se abraçado.

    Curtir

    • Em um momento como este não a nada que possa ser dito e sim oferecer.
      Todas as minhas orações, preces estao direcionadas para a sua maezinha e toda a sua família. Ofereço a vocês todo a minha atenção, vibrações positivas, carinho, paz.
      Fiquem com Deus.

      Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s