foro privilegiado

Minhas previsões forenses

Do ponto de vista da Justiça criminal brasileira, o ano de 2018 será marcado por mais tentativas abertas ou disfarçadas de arrefecer e enterrar as investigações criminais que abalaram o velho status quo no Brasil e também noutros países da… Leia mais ›

O privilégio dos conselheiros

No Brasil antigo, compenetrados conselheiros e vetustos comendadores tinham privilégios e preferências nos espaços públicos e privados. No País de hoje, “comendadores” são apenas aqueles que carregam comendas. Alguns o são por mérito, como o meu amigo radialista Dilton Coutinho, que tem o… Leia mais ›

Do começo para o fim

Ri melhor quem ri por último? Sei lá… Nunca me convenci do acerto deste dito popular. A pessoa pode ter demorado para entender a piada… E isto nunca é bom. 🙂 Mas, nos procedimentos criminais, defende-se melhor quem se defende… Leia mais ›

Os maias

Depois que, no post anterior, escrevi sobre o efeito da renúncia tardia sobre o foro privilegiado, tem uma pessoa me perguntando aqui: – Considerando a decisão do STF sobre competência no caso Donadon, o que acontecerá no caso Mensalão? – Ih, não complica. Isto… Leia mais ›

Tentativa de zignal

“Dar o zignau”, ou, na suas formas cultas, “dar o zignal” ou “zignow”, é uma expressão coloquial do baianês. Significa “dar o drible”, “fazer um bypass”, “dar o balão em alguém”. Quem dá o zignau – ou “zig”  -, ludibria… Leia mais ›