Mês: novembro 2010

Os maias

Depois que, no post anterior, escrevi sobre o efeito da renúncia tardia sobre o foro privilegiado, tem uma pessoa me perguntando aqui: – Considerando a decisão do STF sobre competência no caso Donadon, o que acontecerá no caso Mensalão? – Ih, não complica. Isto… Leia mais ›

Tentativa de zignal

“Dar o zignau”, ou, na suas formas cultas, “dar o zignal” ou “zignow”, é uma expressão coloquial do baianês. Significa “dar o drible”, “fazer um bypass”, “dar o balão em alguém”. Quem dá o zignau – ou “zig”  -, ludibria… Leia mais ›

Tiririca da vida

Outro dia, o advogado Otávio Augusto Rossi Vieira me disse que Tiririca, o palhaço, é um profissional sério. Concordo inteiramente! Francisco Everardo Oliveira da Silva é muito dedicado ao que faz no mundo da TV e cumpre o papel que dele se espera: fazer o… Leia mais ›

Tributo a um tribuno

Trinta e um autores reuniram artigos em variadas áreas do direito penal e processual penal para homenagear o jurista Afrânio Silva Jardim, professor adjunto da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e procurador da Justiça aposentado do Ministério Público… Leia mais ›

63 mil mortos!

Levantamento assustador do Conselho Nacional do Ministério Público revela que há no Brasil mais de 63 mil inquéritos de homicídio não concluídos. Isto é, ou não se sabe a autoria ou ainda não foram ultimadas as diligências necessárias à propositura da… Leia mais ›

Embrulhado para presente

– Vai um foro privilegiado aí? – Não, obrigado! Esta poderia ser a resposta do delegado da Polícia Federal Protógenes Queiroz, a quem lhe perguntasse se tem pressa em gozar do foro especial por prerrogativa de função no STF, a… Leia mais ›

O verdadeiro Senhor das Armas

Em “O Senhor das Armas” (Lord of War, 2005), o sofrível Nicolas Cage representa Yuri Orlov, um bem-sucedido traficante internacional de armas. O personagem foi inspirado no ex-oficial aviador, Victor But (ou Victor Bout ou Buttt), nascido em 1967 na… Leia mais ›

O advogado de Bruno e o crack

Não tem graça alguma. O advogado do goleiro Bruno é viciado em craque crack. É o que ele próprio confessou numa entrevista dada a Leslie Leitão, do jornal O DIA, publicada em 14/nov. Para além do drama humano da drogadição, ficam algumas perguntas. Esta confissão trará prejuízo… Leia mais ›